Conhecer alguém no ginásio

Sobre a solidão e "como conhecer novas pessoas"

2020.09.05 11:57 Zaigard Sobre a solidão e "como conhecer novas pessoas"

Bom dia a todos,
Muitas vezes leio por aqui pessoas a sofrer de solidão e depressão e a pedir conselhos sobre como arranjar amigos. Se pesquisarmos pela internet fora, existem muitos conselhos e ideias de como conhecer pessoas.
Mas quando alguém jovem entre os 20 e 40 diz que quer conhecer pessoas, ela/a quer conhecer pessoas da sua idade e com interesses semelhantes.
Alguns dos conselhos mais comuns são:
Frequentar cafes e bares
Ir para o ginásio ou piscina
Participar em grupos de corrida ou caminhada
Frequentar aulas de luta, dança ou ioga
Participar num curso de línguas ou culinária
Participar em eventos, meetups ou encontros organizados
Clube de artes ou fotografia
Ir a festas ou festivais
Aparentemente todos estes conselhos são oportunidades garantidas de conhecer pessoas novas, mas a realidade demográfica portuguesa estraga a situação.
Sim se eu frequentar o cafe local, tiver aulas de dança três vezes por semana e for à piscina ao fim de semana, vou conhecer novas pessoas, mas vou conhecer por norma pessoas de 60+ anos. Sendo Portugal um país de idosos, tudo é dimensionado para idosos pois são eles a maioria a frequentar as situações e são eles quem mais tempo tem para participar.
Por exemplo, o clube de fotografia da minha terra é 100% reformados com mais de 65.
E vamos ser realistas, os ginásios e aulas de luta, línguas e afins não são os melhores sítios para fazer amigos, os jovens que as frequentam estão lá para fazer a sua rutina e seguir caminho, pois tem pressa devido ao emprego, amigos, filhos etc, só quem terá tempo para falar são reformados.
Resumidamente, este conselhos americanizados podem funcionar em sociedade mais jovens ou em grands cidades europeias, mas por aqui, vão depender muito mais da tua capacidade. Quem sempre teve facilidade em fazer amigos certamente vai arranjar maneira de conhecer novos sempre problemas, seguindo ou não estas ideias.
Estar a frequentar uma atividade, que nem nos interessa muito, pois o principal objetivo era conhecer malta da nossa idade, e acabar só conhecendo pessoas com quem pouco ou nada temos em pouco é bastante dececionante.
Quem sempre teve dificuldade fazer amizades está lixado e estes conselhos em pouco ou nada vão ajudar.
Sendo realistas, o primeiro passo para conhecer potenciais amigos, é já ter amigos. Quem por situações da vida se depara numa situação em que não tenha amigos vai passar um mau bocado e não há uma estratégia magica que o ajude, a sorte será o principal fator para escapar a tal situação.
Numa nota pessoal, nos últimos anos, tenho vivido sem um único amigo, mas com dezenas de "conhecidos próximos" mas com idades, interesses e vivencias, completamente diferentes da minha.
Uma ultima nota, arranjar amigos no local de trabalho, ou entre clientes, não só é difícil como é, por norma, uma péssima ideia misturar relações pessoais com profissionais.
Quais são as vossas opiniões? Acham que estou totalmente errado e tiveram experiencias totalmente diferentes? Estiveram numa situação de solidão e conseguiram resolver o problema seguindo estas ideias? Gostava de ler algumas opiniões e ideias diferentes.
Versão resumida: Existem muitos conselhos para conhecer pessoas, mas em Portugal, vais acabar por conhecer idosos e pessoas com quem não tens nada em comum, pelo que não há uma solução verdadeira para o problema da solidão.
submitted by Zaigard to portugal [link] [comments]


2020.08.01 17:52 Natalia_Richarde2020 O DIA QUE FUI AMEAÇADA DE MORTE PELA EX

oi luba, turma, gatas maravilhosas, papeis assassinados, editores e possível convidado (que quase nunca tem), hoje vou contar minha triste historia de como fui corna e traída por amigos. bom luba essa é a minha primeira vez participando e espero muito que goste da historia.
ps: estou repostando, pq a anterior tinha alguns detalhes faltando e alguns erros de português ( me perdoe se ainda conter alguns), mas sem delongas vamos a historia.
Eu tinha uma amiga e a gente era bem próximas no período do ginásio e aí quando fomos para o 1° ano do colégio (2015) foi quando eu conheci um menino e a gente sempre foi próximos e por mais que ele trocava de turno na escola (por conta de trabalho),mas isso não interferia nossa amizade e nessa época ele começou a namorar essa amiga minha e cara eu shippava eles pra caralho e sempre apoiava e tudo mais, mas quando foi no 3°ano do colégio (2017) eu e esse meu "amigo" ("amigo" pq eu considerava ele mais um irmão) a gente caiu na mesma sala e aí ele sempre me pedia conselhos sobre o namoro pq segundo o que ele me contava, ela era muito infantil no namoro e tinha ciúmes demais e ainda tinha ciúmes de mim e tipo sempre dei conselhos para ele conversar com ela e assim se resolverem e essa amiga minha em vez de chegar em mim e perguntar as coisas para mim, ela simplesmente mandava outras pessoas perguntar sobre minha relação com o namorado dela e bom sempre fui sincera e sempre falei que considerava ele como meu irmão e que eu e ele não tínhamos nada. Mas ela sempre vinha com as criancices e tudo mais e depois dele passar o ano todo nesse chove não molha ele pediu mais conselhos para mim sobre e eu já tinha dado vários conselhos e o namoro deles não melhorava e o mais sensato quando isso acontece é o término (principalmente quando o diálogo não funciona mais) e aí eu falei para ele que se não tinha jeito que ele terminasse com ela, pq eu não queria o meu irmão sofrendo e assim ele fez e nisso começou o inferno, pois, ele começou a ficar com uma outra amiga nossa e ela começou a xingar eu e essa menina para o colégio todo e sempre quando alguém ia tirar satisfação, bom se fingia de que não tava fazendo nada e que os outros queria envenenar ela para nó,s blz os dias foram passando e aí eu e ele começou a ficar mais próximos, pois a gente cantava no mesmo ministério e aí a gente acabou começando a ficar serio e após 1 mês e começamos a namorar e aí a ex dele veio de mimimi para o meu lado sobre ele e dizia que ele amava ela ainda e aí eu contei que a gente tava namorando e tudo mais e que ele já tinha esquecido ela e que era pra ela seguir a vida dela(maldita hora que fui falar isso) essa menina começou a nos perseguir e nesse meio tempo conheci uma menina (meu namorado que apresentou ela)e ela se tornou uma irmã e ela sempre me ajudava em tudo ( guarde essa "melhor amiga/irmã", pois ela é importante), bom essa ex dele começou a nós perseguir e me atormentar e vindo conversar comigo no whatsapp (na maioria das conversas era nós duas brigando) e vinha postando indiretas para mim (e eu como uma boa pessoa retribuía as indiretas, com outras indiretas) e nessa época eu trabalhava e meu namorado sempre ia lá e passava um tempinho lá para me ver, mas teve um dia que ela viu ele lá e foi lá e sentou do lado dele e começou a me provocar tirando fotos dele e postando com legendas fofas e logo depois ela foi na mulher que cuidava do caixa e era amiga dela (essa mulher era bem próxima minha, era quase uma mãe no trabalho, foi ela que me ensinou tudo e me ajudou com tudo sempre, ou seja ela sabia da historia e ela iria me defender e me contar) e essa garota começou a falar que eu tava atrapalhando o namoro dela com ele e falando outras coisas além disso e tentando me envenenar para ela e meio que querendo que eu perdesse meu emprego, mas essa mulher já sabia da verdade e apenas acalmou ela e falou que se ela namorasse ela o pq de quando ele caiu de moto eu que estava lá do lado dele no hospital e não ela e quem cuidou dele foi eu e não ela e outras coisas e nisso ela saiu e a mulher veio conversar comigo e falar o que ela tinha falado e nisso eu comecei a chorar e tudo mais, pois meu psicológico tava totalmente abalado e estava totalmente frustada com tudo ( e também tinha medo dessa menina fazer eu perder meu emprego, pois era meu refugio aquele trabalho e por mais que era difícil lidar com as pessoas, aquele trabalho me fazia esquecer dos problemas em casa e no pessoal) e aí passou um tempo e ela ainda estava atormentando e um certo dia ela veio falar para ele que tava grávida dele (pois eles tinha feito fuc fuc 1 mês antes da gente começar a namorar ou seja, quando a gente estava ficando serio) e aí ele veio até mim e me contou tudo e eu perdoei ele e aceitei ele mesmo tendo um filho com ela e que estaria aqui para ajudar ambos no que precisar e umas horas mais tarde ela apareceu e começou a forçar ele a terminar comigo e ele falava que não ia terminar e ela ficava insistindo e aí eu perdi a cabeça e comecei a discutir com ela no meio da praça e todos olhando (puta vergonha que passei), mas aí como eu vi que ele não estava bem parei de discutir e ele foi conversar com ela e até que conseguiu fazer ela ir em bora e ai ele decidiu não assumir a criança, porém ajudar financeiramente ela e ela não aceitava essa ajuda nossa e fazia altos dramas ( de como ia ser o filho dela sem pai presente e tudo mais) e até que um dia a gente fez ela fazer exame para a gente realmente saber se era verdade a gravidez (como ela tinha uma certa fama de destruir relacionamentos dos outros, a gente foi ter certeza se procedia a história) e aí no dia que eles marcou os exames, meu namorado ia com ela neh, porem ela não esperou ele e tirou sangue sem ele e isso aí já fez a gente suspeitar da procedência do exame (pq o laboratório não era tao confiável), mas aí passou uns dias os resultados chegaram e dizia que ela tava realmente grávida e ainda sim existia a dúvida de ser dele e ela ainda continuava infernizando a gente e aí sempre que eu pedia conselhos para aquela "amiga" minha, ela sempre falava para mim terminar com ele e nunca me apoiava e tudo mais e isso me fez ter um pulga atrás da orelha sobre fidelidade dela (mesmo ela falando que ele não fazia o tipo dela, pq ela pode estar mentindo e a fama dela não era tão boa assim, tanto que tinha vindo pessoas me alertar sobre ela) e comecei a ficar esperta, pq meu namorado sempre que a gente ia sair ele gostava de passar na casa dela e tudo mais (e também comecei a ficar alerta, quando meu cachorro avançou nela, sendo que ele é amoroso e tem teorias de que cachorro tem o sentido de descobrir que não tem boas intenções e isso já me deixou encafifada e também teve um dia que a gente foi na casa dela e eu meio que me senti excluída ) e aí um dia a gente marcou de ir eu, meu namorado e a ex dele para a gente sentar e conversar sobre e bom esse dia chegou e após muita discussão ele me escolheu e ela não queria aceitar e começou a fazer chantagem e ainda mandando indiretas para mim por celular e a gente discutia sempre no whatsapp e aí teve um dia que ele foi por um ponto final e aí ela me ameaçou de morte e tudo mais (pse ele gravou um áudio sem ela perceber e ela me ameaçava e falava que se ela não podia ficar com ele, que eu não ia ficar e que ela poderia ir pro inferno por me matar, mas ela não se importava) e quando descobri isso fique desesperada e com medo e com raiva por ele nunca por um ponto final e tudo mais e isso tava me fazendo perder muito cabelo e eu ter crises de ansiedade, pois estava aguentando essa barra toda sozinha, pois não tinha apoio de ninguém (minha mãe sabia do namoro, porém nunca fui de dividir os problemas com ela e ela amava meu namorado) e aí um dia a ex dele teve um aborto espontâneo e aí ela parou de nós infernizar (esqueci de falar que ela sempre falava que ele só está a comigo para fazer ciúmes nela e tudo mais kkkk sendo que ele odiava ela) e aí a gente começou a ter paz, porém ele começou a ficar mais distante (ele falava que eu era a que tava distante, sendo que eu sempre fazia textinho e ele sempre falava as mesmas coisa que ''ele estava surpreso e não sabia o que dizer'' e demais desculpas esfarrapadas e até gastei 150 reais em uma aliança nova, pois eu tinha perdido a outra numa viagem e cara sempre fazia surpresas eu dava 100% de mim e ele nem 50% dele e isso me deixava muito triste e insegura comigo mesma) e um dia ele foi trabalhar em uma festa e aí ele me traiu com uma outra amiga nossa e ele falou que não foi culpa dele e que a menina que tinha beijado ele e tudo mais (e eu a trouxa perdoei)(esse rolo todo foi em 2018) e aí o ano passou e faltando 2 semanas para acabar fevereiro de 2019 ele me pediu um tempo e nesse período aquela minha "amiga" começou a postar fotos com ele com legendas fofas e tudo mais e era todos os dias praticamente e aí eu me afastei dela e aí nesse período saiu o resultado do meu vestibular e eu consegui passar aonde eu queria e aí eu e meu namorado marcou de conversar e resolver o nosso namoro (pq eu tava quase indo para outra cidade por causa da faculdade) e a gente foi no dia que a gente completava 1 ano de namoro e aí ele chegou deu feliz 1 ano e aí começou a falar que me amava,mas que ele tinha medo de eu ir para outra cidade e trair ele ou conhecer alguém melhor que ele e tudo mais (sendo que qualquer babaca seria muito melhor que ele e serio eu trair ele? esses medo era pq ele era o infiel da relação)e aí ele falou que se eu queria terminar com ele e aí eu falei que seria melhor a gente terminar, pq se pra ele nosso relacionamento a distancia não ia funcionar, então para que continuar e aí ele veio me abraçou e começou a chorar, porém percebi que aquele choro não era muito verdadeiro e aí eu chorei vindo para casa, mas era um choro dele alívio e um pouco triste por ter que contar para minha mãe que a gente tinha terminado, pois como a gente terminou eu estava tranquila que eu não iria sofrer mais e assim iria para outra cidade e não precisarei conviver com aquelas pessoas e aí alguns meses após o término meu ex veio conversar e pedir desculpas por tudo que ele tinha feito e pedir uma segunda chance, pois ele tinha se arrependido de tudo (pq ele tinha namorado e essa menina tratou ele tão mal, quanto ele me tratou e aí ele se deu conta das merdas que ele fez com quem realmente amava ele e que sempre cuidou e quis seu bem), porém após esse término eu comecei a ter mais alto estima e perceber que eu merecia alguém muito melhor e que ele e aí eu naturalmente dei um fora (ele começou a falar coisas do tipo ''você fazia cursinho fora e você acha que eu não iria desconfiar de algo'', insinuando que eu tinha traído ele e eu me estressei e comecei falar e por pra fora tudo e ai ele viu o quão errado ele estava) e uns dias depois um amigo meu veio me contar que esse ex meu tinha ficado com essa "amiga" minha um pouco depois que a gente terminou e eu fui e perguntei para ele e ele me confirmou e aí eu cortei minha amizade com aquela "amiga" e aí ele queria continuar a amizade comigo e eu aceitei, porém sempre fui fria e aí ele veio reclamar que eu não era a mesma e que eu estava fria com ele e aí eu falei que depois de tudo ele queria ainda que eu fosse igual com ele e fingisse que tava tudo ok e aí ele parou de falar comigo, por atualmente eu já os perdoei e queira que ele sejam feliz, contei para minha mãe os reais motivos de eu ter terminado com ele uma semana depois de ter me mudado para outra cidade, pq eu não tinha coragem de contar cara a cara e aí lubinha atualmente eu encontrei alguém que realmente me ama e me valoriza do jeito que sou e sempre me anima e sempre está disposto a tudo por mim, tanto que foi ele que me apoio a vir contar para você essa historia (eu e ele te assiste e então sempre que a gente joga a gente usa algumas frases suas), bom lubinha tenho algumas prints das conversas e queria muito poder deixar aqui para você ver, mas não sei como faz para colocar kkkk, a já ia esquecendo de contar que essa ex namorada dele sempre tentava fazer meu amigos se virarem contra mim, porem não conseguiu e então é isso lubinha essa é minha historia de quando fui traída em um relacionamento e em amizades . bjs lubinha e obrigada por todas as noites de diversão que você me proporciona (principalmente com o quadro nice mendigos e sempre coloco eles quando estou com crise de ansiedade ou insonia, pois me ajuda a acalmar e dormir) e caso queira julgar quem foi o babaca da historia pode ficar a vontade (apesar de eu achar que todos foram kkkkk). é isso lubinha,bjs e desejo todo o sucesso do mundo para você, seus editores e turminha. então é isso bjs lubinha, amo você.
submitted by Natalia_Richarde2020 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.01.26 18:25 TugaEmLondres Português de partida para Londres

Boas caros amigos emigras,
Sou um jovem de 27 anos que vai finalmente fazer parte da diáspora Portuguesa pelo mundo. Sou nascido e criado em Lisboa, tirei Gestão e comecei a trabalhar em 2016. Quase 4 anos depois, fartei-me dos salários que teimam em não subir grande coisa e tive a sorte de arranjar um emprego porreiro em Londres, agora a começar no início de Fevereiro. Mas... admito que esta situação é um bocado intimidante. Não conheço praticamente ninguém em Londres, vou morar sozinho e como vou deixar os meus amigos/família cá acho importante começar a construir uma rede de amigos para acompanhar esta nova fase da vida.
Por isso estou a fazer este post não numa de colocar questões a quem lá está, mas mais na perspectiva de saber se alguém está mais ou menos na situação idêntica, e se estaria interessado em conversar, partilhar experiências e, quem sabe, fazer um novo amigo alfacinha. Sou um tipo normalíssimo, gosto de viajar, ler, ver filmes, ir ao ginásio, beber uns bons copos e debater vários assuntos. Sei que o reddit é capaz de não ser o melhor sítio para conhecer pessoas, mas longe vão os tempos de faculdade onde era bem mais fácil ;)
Mandem mensagem à vontade!
submitted by TugaEmLondres to PortugalLaFora [link] [comments]


2018.12.05 23:22 avehomem [10 anos] COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS

O texto abaixo corre a internet já faz algum tempo já faz pelo menos uma década. Vi a notícia do show do Loser Manos e quis reler o texto. Fui procurar e notei que o texto foi publicado neste blog em 11 de novembro de 2008. Ou seja, completou 10 anos algumas semanas atrás.
Pelo que parece é a fonte original, mas não tenho certeza. Eu, assim como todos meus conhecidos, li em algum outro fórum ou comunidade do Orkut. Divirtam-se!

COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS,
por Adolar Gangorra em adolargangorra

Voltei para o Brasil há pouco tempo. Vivia com minha família na Inglaterra desde garoto. Estou morando no Rio de Janeiro há uns três meses e agora estou começando a me enturmar na Universidade. Não sei de muita coisa do que está rolando por aqui, então estou querendo entrar em contato com gente nova e saber o que tá acontecendo no meu país e, principalmente, entrar em bastante contato umas garotas legais, né?

Mas foi meio por acaso que eu conheci uma menina maneiríssima chamada Tainá. Diferente esse nome, hein? Nunca tinha ouvido. Estava procurando desesperadamente um banheiro no campus quando vi uma porta que parecia ser a de um. Na verdade, era o C.A. da Antropologia. A garota já foi logo me perguntando se eu queria me registrar em algum movimento estudantil de sei lá o que. Que bacana! Que politizada ela era! E continuou a me explicar a importância de eu me conscientizar enquanto enrolava em beque da grossura de uma garrafa térmica. Pensei em dizer que estava precisando cagar muito rápido, mas ela era tão gata que eu falei que sim. Tainá: cabelos pretos, baixinha e com uma estrutura rabial nota dez... Aí, acho que ela me deu um certo mole... Conversa vai, conversa vem, ela me chamou para um show de uma banda naquela noite que eu nunca tinha ouvido falar: Loser Manos. Nome engraçado esse! Estava fazendo uma força sobre-humana para manter a moréia dentro da caverna, mas realmente tava foda. Continuamos conversando e rindo. Ela riu até bastante, mas eu, na verdade, tava era mesmo rilhando os dentes porque assim ficava mais fácil disfarçar as contrações faciais que eu estava tendo ao travar o meu cu para não cagar ali mesmo na frente dela.

Pensando bem, eu tinha ouvido falar sim alguma coisa sobre essa banda lá na Europa ainda, mas não lembro bem o quê. Ah, acho que vi esses caras hoje no noticiário local dando uma entrevista. Achei que fosse uma banda de crentes tradicionalistas tipo Amish. Todos de barba, com umas roupas meio fudidas. Parecia até a Família Buscapé! Dão a impressão de ser uns sujeitos legais, mas o que me chamou a atenção mesmo foi o jeito da repórter, como se fosse a fã nº 1 deles, como se estivesse cobrindo a volta do Beatles ou coisa parecida. Não entendi esse jeito "vibrão" de trabalhar. Bom, mas se eu conseguir ficar com o bicho bom da Tainá hoje à noite, já tô no lucro! Marcamos de nos encontrar na entrada do ginásio. Rapaz, acho que tô dando sorte aqui no Brasil!

Ia ser fácil achar essa garota no meio da multidão. Ela se veste de uma maneira estilosa, diferente, bem individual: sandália de dedo, saia indiana, camiseta de alça, uma bolsa a tiracolo e o mais interessante: um óculos retangular, de armação escura e grossa, engraçado até! Depois de uns mil "Desculpe, achei que você fosse uma amiga minha.", finalmente encontrei Tainá e seu grupo de amigos. Cacete, isso sim é que é moda! Parecia uniforme de escola!

Ela me apresentou suas amigas, Janaína e Ana Clara e seus respectivos namorados, Francisco e Bento. Uma mistura de fazendeiros com intelectuais. Um cara de macacão, de sandália de pneu e com ar professoral. Outro de colete, tênis adidas, óculos e também com ar professoral. Pareciam ser legais, "do bem" como eles mesmo falam... Mas que não me deram muita conversa. "Do bem", isso mesmo! Gíria nova... Todos aqui são "do bem". E que nomes tão simples e idílicos! Janaína, Ana Clara, Francisco, Bento e Tainá. Nada de Rogérios ou Robertos. E eu que já tava me sentindo meio culpado por me chamar Washington... Realmente estava no meio de uma nova época da juventude universitária brasileira!

Comecei a conversar com a Tainá antes que a banda entrasse no palco. Aí... acho que tá rolando uma condição até! Quem sabe posso me dar bem hoje? Ela começou a falar de música: "De quem você é fã?", perguntou. Pô, eu me amarro no George..." Ela imediatamente me interrompeu, dizendo alto: "Seu Jorge? Eu também amo o Seu Jorge!" Puxa, que legal! Ela gosta tanto do George Harrison que se refere a ele com uma intimidade única! Chama ele de "Seu"! Seu Jorge! Isso é que é fã! "Legal você já conhecer ele, hein? Eu sabia que ele ia se dar bem na Europa! O Seu Jorge é um gênio!", ela emendou. Pô, eu morava na Inglaterra. Como eu não ia conhecer o George Harrison?

Essa eu não entendi...

Logo ela perguntou quais bandas que eu gostava. "Eu curtia aquela banda da Bahia...".

"Ah, Os Novos Baianos, né?? Adoro também!" "Não, Camisa de Vênus! "Silvia! Piranha!" cantei, rindo. A cara que ela fez foi de quem tinha bebido um balde de suco de limão com sal. Senti que ela não gostou muito da piada. Tentei consertar: "Achava eles engraçados, mas era coisa de moleque mesmo, sabe?" Óbvio que não funcionou... Aí, acho que dei um fora...

Depois, Tainá foi me explicando que o tal Loser Manos é a melhor banda do Brasil, etc., etc., etc., e que eles "promovem um resgate da boa música brasileira". "Tipo Os Raimundos com o forró?", perguntei. "Claro que não!", disse ela meio exaltada! Ela me falou que não se pode comparar os Hermanos com nada porque "eles são únicos", apesar de hoje existirem outros excelentes artistas já reverenciados pela mídia do Rio de Janeiro como Pedro Luis e a Parede, Paulinho Moska, O Rappa, Ed Motta, Orquestra Imperial, Max de Castro, Simoninha e Farofa Carioca. Ela mencionou também "Marginalia" ou coisa parecida. Foi isso mesmo que eu ouvi? Achei que ela estivesse elogiando eles... Esses foram os nomes artísticos mais escrotos que já tinha ouvido, mas fiquei quieto. Fico feliz em saber sobre essa nova onda musical pois quando saí do Brasil o que fazia sucesso no Rio era Neuzinha Brizola e seu hit "Mintchura". Ainda bem que tudo mudou, né?

Só depois percebi que o nome da banda é em espanhol: Los Hermanos. Ah bom! Mas se eles são tão brasileiros assim porque não se chamam "Os Irmãos"? Quando saí daqui os nomes de muitas bandas costumavam ser em inglês e até em latim. Ainda bem que essa moda de nomes de bandas em espanhol não pegou no Brasil!

Pelo que me lembro, ao explicar qual é a dos "Hermanos", ela usou a expressão "do bem" umas 37 vezes e disse que eles falam de romantismo, lirismo, samba e circo. Legal, mas circo? Pô, circo é foda! Uma tradição solidificada nos tempos medievais que ganha dinheiro maltratando animais. Onde está a poesia de ver um urso acorrentado pelo pescoço tentando se equilibrar miseravelmente em cima de uma bola enquanto é puxado por um cara com um chicote na mão? Rá, rá, rá... Engraçado pra caralho! Na boa, circo é meio deprimente. Palhaço de circo só troca tapão na cara e espirra água nos olhos dos outros com flor de lapela e quando sai do picadeiro, vai chorar no camarim. Que merda! A única coisa legal no circo mesmo é quando ele pega fogo! Isso sim que é um espetáculo de verdade! Aquela correria toda, etc. Senti que essa galera se amarra em circo. Não faz sentido se eles são tão politicamente corretos assim, né? E os pobres animais? E eu querendo não passar em branco na conversa com a Tainá, mas não conseguia lembrar de jeito nenhum a única coisa que eu sabia sobre a banda... Cacete...! O que era mesmo?

De repente, uma gritaria histérica! O show tava começando! O ginásio veio a baixo! Perguntei pra ela: "Eles são todo irmãos, né, tipo o Hanson?" Ela disse um "não" esquisito, como se eu tivesse debochando. Todos eles usam uma barba no estilo Velho Testamento e se chamam "Los Hermanos"! O que ela queria que eu pensasse? Após ouvir a primeira música deu pra ver que os caras são profissionais mesmo, tocam muito bem e são completamente idolatrados pelo público, para dizer o mínimo. Fiquei prestando atenção ao show. Pô, as músicas são boas! Dá pra ver uma influência de Weezer, Beatles e Chico Buarque. Esse aí é fodão, excelente compositor mesmo. Lá na Inglaterra conhecia uns caras que eram ligados ao movimento "Dark", como chamam por aqui. São os sujeitos que gostam de The Cure, Bauhaus, Sister of Mercy, etc. E tem a maior galera aqui no Brasil também que se veste de preto, não toma sol, curte um pessimismo niilista e se amarra nessas bandas. Mas se eles sacassem que o Chico Buarque é o genuíno artista "Dark" brasileiro... Pô, é só ouvir as músicas dele pra perceber: "Morreu na contra-mão atrapalhando o tráfego" ou "O tempo passou na janela é só Carolina não viu". "Pai, afasta de mim esse cálice, de vinho tinto de sangue" ou "Taca pedra na Geni, taca bosta na Geni, ela é boa pra apanhar, ela é boa de cuspir, ela dá pra qualquer um, maldita Geni". Tudo alegrão, né? Aí, se eu fosse dark, só ia ouvir Chico Buarque, brother!

Tentei reengatar a conversa dizendo que achava ao baixista o melhor músico dos Los Hermanos. Ela respondeu, meio irritada: "Mas ele não é da banda!" Como eu ia saber? O cara tem barba também! Aí, não tô entendendo mais nada...

Adiante, ela me disse que o cara que ela mais gostava na banda era um tal de Almirante. Depois de alguns minutos deu pra ver que o camarada imita um pouco os trejeitos do Paul McCartney, só que em altíssima rotação. Ele fica se contorcendo feito um maluco enquanto os outros ficam estáticos. É engraçado até! Parece que ele tem uma micose num lugar difícil de coçar! E fica falando e rindo direto. Ele é o irmão gaiato do cara que canta a maioria das músicas, o tal de Marcelo Campelo, como anunciaram no noticiário local hoje. Isso mesmo, Marcelo e Almirante Campelo: "Os Irmãos"! Legal! Já tava me inteirando! Ah, e tem também dois gordinhos de barba que estão lá também, mas devem ser filhos de outro casamento...

Tava um calor desgraçado, coisa que eu realmente não estou mais acostumado. Fui rapidão ao bar pra beber alguma coisa. Comprei umas quatro latas de refrigerante que era o único troço que tava gelado para oferecer para meus novos amigos: "Aí, trouxe umas coca-colas pra vocês!" Ouvi a seguinte resposta: "Coca-Cola? Isso é muito imperialista... Guaraná é que é brasileiro!" Puxa, que pessoal politizado... Isso mesmo, viva o Brasil! "Yankees, go home", rá, rá! Outro fora que eu dei! Mas, pensando bem, eles não usam o Windows e o Word pra fazer trabalhos da universidade? Ou usam o "Janelas"? Dessas coisas gringas não é tão mole de abrir mão, né? Mais fácil não tomar Coca-Cola! Isso sim que é ativismo estudantil consciente! Posicionamentos políticos à parte, tava quente pra burro, então bebi tudo sob o olhar meio atravessado de todos eles... fazer o quê?

Lá pelas tantas, começou uma música e todo mundo berrou e pulou. Parecia o fim do mundo. Logo nos primeiros acordes, reconheci o som e falei pra Tainá: "Ah, eu sei o que é isso! É um cover do Weezer! Me amarro em Weezer!" Ela olhou pra mim com uma cara indignada e disse: "Que Weezer o quê? O nome dessa música é "Cara Estranho". Já vi que não gostou de novo... Mas quem sou eu pra dizer algum coisa aqui, né? Porra, mas que parece, parece! Mas o que era mesmo que eu não consigo lembrar de jeito nenhum sobre eles? Acho que conheço alguma outra música deles... Só não consigo dizer qual...

Sabia que se eu quisesse me dar bem logo com a Tainá teria que ser entre uma música e outra pois parecia que ela estava vendo um disco voador pousar enquanto os caras tocavam. Resolvi fazer uma piada pra descontrair, que sempre rola em shows. Quando o Campelo tava falando alguma coisa qualquer, berrei: "Filha da putaaaaaaaaaa!" Pra que? Tainá e sua milícia hermanista me deram uma cutucada monstra na costela que me fez enxergar em preto e branco uns 5 minutos! Pô, todo show alguém grita isso! É quase uma tradição até! Eu me amarro no cara! E é só uma piada! Aí, esse pessoal leva tudo muito a sério! Caralho... Pensei em pegar uma camisinha da minha carteira e fazer um balão e jogar pra cima, como rola em todo show, pra mostrar pra Tainá que eu sou uma cara consciente, tipo: "Aí, Tainazão, se tu se animar, eu tô preparado!", mas depois dessa vi que senso de humor não é o forte dessa galera...

O tempo tava passando e nada de eu ficar com minha nova amiguinha. Quando fui tentar falar uma coisa no ouvido dela, foi o exato momento em que começou uma outra música. Foi aí que a louca deu um grito e um pulão tão altos que eu levei uma cabeçada violenta bem no meio do meu queixo! Ela não sentiu nada, óbvio, pois estava em transe hipnótico só por causa de uma canção sobre a beleza de ser palhaço ou lirismo do samba ou qualquer outra coisa do gênero. A porrada foi tão forte que eu mordi um pedaço da língua. Minha boca encheu d´água e sangue na hora! Enquanto eu lutava pra não desmaiar, instintivamente enfiei a manga da minha camisa na boca pra estancar o sangue e não cuspir tudo em cima de Ana Claudia e Jandaína or something. Só que estava tão tonto com a cabeçada que tive que me segurar em uma ou outra pessoa pra não cair duro no chão. Foi quando ouvi: "Nossa, que horror! Lança-perfume! Esse playboy tá doidão de lança! Que decadência..." Lança-perfume? Cara, lógico que não! E mesmo que tivesse, todo show tem isso! Mas nesse, não pode. É "do bem". É feio ter alguém cheirando loló!! Pô, todo show que eu fui na vida tinha alguém movido a clorofórmio. Aqui, não. Rapaz, onde fui me meter?

Babei na minha camisa até o ponto dela ficar ensopada! Fui ao banheiro tentar me recuperar do cacete que tomei. Lavei o rosto e tirei a camisa. Quando voltava passei por uma galera e ouvi resmungarem alguma coisa do tipo: "...e esse mala aí sem camisa..." Porque não se pode tirar a camisa num show? Isso aqui não é só uma apresentação de uma banda? Parecia que eu ainda estava na Europa! Regulões do caralho... E, afinal, o que significa "mala"?

Estava enxergando tudo embaçado e notei que minhas lentes de contato tinham saltado pra longe com a cabeça-aríete de Tainá e esmagadas por centenas de sandálias de dedo. Lembrei que sempre levo um par de lentes extras no bolso. É uma parada moderna que eu achei lá em Londres. Um estojo ultrafino com uma película de silicone transparente dentro que mantém as lentes umedecidas e prontas para uso. Abri o estojo e peguei cuidadosamente a película com as duas mãos e elevei-a contra a luz para conseguir achar as lentes. Estiquei os polegares e indicadores, encostando uns nos outros, para abrir a película entre esses dedos. Balançava o negócio levemente, de um lado para o outro, contra a pouca luz que vinha do palco para conseguir localizar as lentes. Não estava enxergando nada direito! Quando tava lá com as mãos pra cima, fazendo uma força absurda pra achar as lentes, um dos caras legais com nomes simples, me deu um puta safanão no ombro. É claro que o silicone voou longe também... Caralho, minhas lentes! Custaram uma fortuna! Que filho da puta! "Que sinal é esse que tu fazendo aí, meu irmão? Tá desrespeitando as meninas?"

"Que sinal?? Que sinal??", respondi, assustado!

"De buceta, palhaço!", apertando o meu braço que nem um aparelho de pressão desregulado. "Você tá no show do Los Hermanos, ouviu? Los Hermanos! Ninguém faz sinal de buceta em um show do Los Hermanos, sacou?", gritou o tal hipponga na minha cara.

Que viado, eu não tava fazendo nada! Parecia uma freira de colégio! Que lance é essa de buceta? Da onde esse prego tirou isso? As meninas... (Perái! Menina? A mais nova aí tem uns 25!) ficaram me olhando com a cara mais escrota do mundo! A essa altura, já tinha percebido que não ia agarrar a Tainá nem que eu fosse o próprio Caetano Veloso! "Bento", que nome mais ridículo... Isso aqui é um show ou uma reunião de alguma seita messiânica escolhida para repovoar a Terra?

Caramba, que noite infernal! Tava com a língua sangrando, sem enxergar direito, só de calça, arrotando sem parar e puto da vida porque só tinha aceitado vir aqui por causa de mulher. Estava no meu limite. Isso era um show ou uma convenção do Santo Daime? Que patrulhamento! E, de repente, vejo Tainá e seus amigos olhando feio pra mim e cantando a seguinte frase: "Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?" Aí foi demais! Eu me atrevo: Ritmo, melodia e harmonia. Pronto, só isso! Mais nada! Olha só: foda-se o samba, foda-se o circo, foda-se a obsessão por barba da família Campelo e, principalmente, foda-se essa galera "do bem" que está aqui!

Apesar de tudo, a banda é realmente é muito boa! O que incomoda mesmo é esse público metido a politicamente correto e patrulhador e a imprensa que força a barra pra vender alguma imagem hipertrofiada do que rola de verdade. Esse climão de festival antigo de música popular brasileira, daqueles com imagens em preto e branco, com todo mundo participando, que volta e meia reprisam na tv, tudo lindo e maravilhoso. "Puxa vida, um novo movimento musical brasileiro!"? "Estamos realmente resgatando a nossa cultura!" ? Que exagero... Ei, é só música pop! MÚSICA POP!

Caralho, finalmente lembrei! Eu conheço uma música deles! Ouvi em Londres! Numa última tentativa de salvar meu filme com Tainá, na hora do bis, berrei bem alto: "TOCA ANA JULIA!" Só acordei no hospital. Tomei tanta porrada que vou ter que fazer uma plástica pra tirar as marcas de pneu da minha cara! Fui pisoteado! Neguinho ficou puto! Qual é o problema com essa música? Me lembro de estar sendo chutado pela elite dos estudantes universitários brasileiros e da própria Tainá, gritando e me dando um monte de bolsadas na cabeça! Que porra louca! Tentaram me linchar! Ofendi todo mundo! Pô, Ana Julia é uma música boa sim! É um pop bem feito! Se não fosse, o "Seu Jorge" Harrison não teria gravado, né? Se ele não entende de música, quem entende? Me disseram depois que o tal Campelo se retirou do palco chorando, magoado, e o outro irmão mais novo dele, o nervosinho que imita o Paul McCartney, pulou do palco pra me bicar também. Do bem? Do bem é o cacete...

Aí, sinceramente, ainda prefiro o show do Camisa de Vênus...
submitted by avehomem to brasil [link] [comments]


2018.10.23 19:45 brnas Ginásio na margem sul (Almada) com zona de pesos livres decente

Frequento o Fitness Hut ao pé do fórum, mas à única hora a que posso ir já está demasiado cheio, principalmente a zona de pesos livres.
Alguém conhece um ginásio por estes lados que tenha uma zona de pesos livres tão grande ou maior que o FH, mas que não tenha tanta gente? (Já estive no Pump, mas é essencialmente o mesmo)
Obrigado
submitted by brnas to portugal [link] [comments]


2018.07.20 08:09 antiformio Ginásio porto com abertura às 6 da manhã

Boas, já me fartei de procurar mas sem sucesso... Alguém conhece algum ginásio no porto que abra às seis da manhã?!
Obrigado!
submitted by antiformio to portugal [link] [comments]


2017.12.20 17:49 peidolinx Necessito de ajuda/conselhos de quem perceba de Powerlifting / Bodybuilding.

Pratico ginásio há 4 anos e há 2 anos que me foco num estilo mais "Powerbuilding", porque gosto muito mais de powerlifting mas o meu intuito é efectivamente ganhar músculo.
Sempre andei em ginásios comerciais e, ao longo do tempo, tenho aprendido por mim com ajuda das muito raras pessoas que parecem saber alguma coisa e de vídeos (Omar Isuf, Silent Mike, Mike Israetel ...).
Tenho 1.85m, 77kg e os meus "números" são (Supino: 72,5kg ; Deadlift: 150kg ; Squat:102,5kg)
Eu não comprometo a forma, pois não me deixo levar pelo ego...
No entanto, ao longo dos anos tenho negligenciado alguns problemas de postura que sei que tenho (discinesia das omoplatas e inclinação pélvica anterior).
Por causa disto (penso eu) em todas as progressões que faço acabo por me lesionar pouco depois de bater PR's.
Mais uma vez aconteceu e lesionei-me na coxa esquerda (acho que é a banda iliotibial) depois de bater PR de squat. Como aproveitei para aumentar o volume em peito, visto que tive que parar perna, agora voltei a sentir um desconforto no ombro esquerdo. E estou farto pois assim nunca mais avanço!
Preciso da vossa ajuda/conselhos acerca do que fazer para tratar estes problemas. Alguém conhece fisiologistas mais orientados para o desporto na zona do Porto ? Existe algum ginásio no Porto onde possa aprender mais acerca destes movimentos compostos, bem como técnicas para melhorar mobilidade?
Obrigado desde já.
submitted by peidolinx to portugal [link] [comments]


2017.10.14 02:14 Shadowgirl7 Porque é que apps como Tinder são tão mal vistas?

Tenho instalado o Tinder e outra app que até gosto mais (Happn) mas quando disse isso a umas colegas ficaram todas chocadas.
A maioria delas já tem namorado há bastante tempo, por isso nunca tiveram que passar pelo "dating ordeal". Todas acham que é uma app só para sexo e interpretam com malícia tudo o que os moços escrevem nos perfis e acham que é perigoso usar esse sistema. Além de acharem que sou um bocado ingénua por não ver mal nenhum... Em alternativa acham que devia abordar rapazes pessoalmente no trabalho porque é mais natural.
Em minha opinião não acho que apps dessas sejam assim tão más quanto isso e depende muito do uso que lhes dão. Há pessoas que vão usar como uma plataforma de hookups, mas a maioria das pessoas lá parece-me ser simplesmente alguém que está a enfrentar aquele típico problema de que à medida que vais crescendo torna-se cada vez mais difícil fazer amigos em geral e ainda mais difícil estabelecer relações amorosas. Nem todas as pessoas com quem falas vão resultar em alguma coisa, mas até consegues conhecer pessoas interessantes e pelo menos falar e passar o tempo. Não vejo grande mal nisso...
A maioria das minhas colegas conheceu os namorados na escola ou faculdade, ou através de um grupo de amigos. O problema é que não tenho grandes grupos de amigos ou os que tenho tendem a ser só mulheres. E também não gosto muito de sair e sou um bocado tímida por isso não me estou a ver a abordar pessoas directamente. Para além de achar um bocado estranho abordar uma pessoa qualquer (ainda por cima em ambiente de trabalho), sem saber sequer se a pessoa já é comprometida ou não.
Se fosse um homem a abordar uma mulher dessa forma seria mal visto e percepcionado como assédio em alguns locais (por exemplo nos EUA as pessoas excluem à partida relacionamentos no trabalho com medo daqueles lawsuits de assédio) por isso não é o mesmo sendo uma mulher a abordar um homem? Do género, está a pessoa a trabalhar ou a fazer coisas normal do seu dia (por exemplo no ginásio ou na rua) e vais ter com ele...mas e se não quer ser incomodado? se já tem alguém? A mim essa abordagem parece-me muito mais invasiva do que usar uma dating app para conhecer alguém, visto que a partida se estás na app estás disponível e dá para falar um bocado com a pessoa para ver se há interesses comuns e disponibilidade.
Enfim mix de debate + rant.
submitted by Shadowgirl7 to portugal [link] [comments]


2017.09.26 02:38 DeepNavyBlue Porque as vezes defendo a Polícia Militar - Historinhas da minha vida bobona relacionada à PM

Bom, eu sempre tive uma vida meio bandida na adolescência. E todo adolescente é revoltado né?
Um dia esbarrei com dois policiais fardados, lembro como se fosse hoje. Xinguei mesmo, porra, tnc, não vê porra, farda pesada não pode sair do caminho caralho? Os dois me olharam, riram e continuaram andando.
Outra vez alguém chamou a PM para prender um amigo meu descontrolado, drogado até o talo. Nem sei o que aquele maluco usou, mas dois policiais gigantes de uns 2 metros apanharam igual cachorro do meu amigo. Apanharam com cassetete e tudo, meu camarada estava realmente endiabrado naquele dia. Um policial com corte no supercílio e outro com hematoma na bochecha ainda aguardaram eu convencer o camarada a entrar no camburão. Quando ele entrou ali na parte de trás, algemado os policiais começaram a bater nele com o pé, socaram um pouco e eu empurrei eles e comprei a briga, mas eles pararam, entraram no carro e foram pra cadeia.
Uma vez fomos num show do Lulu Santos num ginásio, devia ter umas 20 mil pessoas onde cabia só umas 10 mil. A gente tava muito alterado, tinha tomado 2 garrafões de vinho antes de entrar e lá dentro tinha muito loló. Na saída havia um enorme tumulto que até hoje nem sei o que era que tinha rolado, muita bomba de gás e muita polícia, batalhões, parecia SP naqueles dias de manifestações, gente correndo para tudo quanto é lado, muito tiro, muita bomba, claro que o burro aqui correu para cima da polícia né, senão essa história não existiria, com camisa no rosto devido ao gás e mesmo assim a polícia abriu caminho na formação para eu passar em vez de me encherem de porradas e bala de borracha.
Outra vez eu e o motorista da empresa tínhamos feito um trabalho num shopping e na rampa descendo na saída ele quase atropela um PM, dá uma freada brusca e a placa dianteira cai. O policial dá dois passos de ré, junta a placa e aponta para o posto de gasolina em frente. Fomos e o PM já veio dizendo, cadê a placa traseira também? E a plaquinha de marca do Santana? Carteira de motorista e documentos do carro. Bom, o cara deu os documentos do Santana tudo atrasado e não tinha CNH. Estava faltando cédula na cidade para a emissão das renovações e o carro não era dele, apenas motorista. O PM disse pra ele ligar para a empresa para alguém ir ali. Não tinha crédito então foi no orelhão mais em frente. Eu desci do carro, encostei no para-lama ao lado do PM, ele estava ali anotando coisas, eu falei; Você sabe que o garoto está falando a verdade né? Ele respondeu um seco 'sei sim' e continuou escrevendo. O menino veio e não tinha nenhum responsável na empresa. O policial disse para irmos embora, direto para a empresa, se fôssemos pegos por ele de novo, não haveria qualquer perdão e ele iria procurar ainda mais coisas para multar. Até hoje quando a gente se encontra, este papo rola e a gente da muita risada, todo mundo já conhece a história, mas se tem algum novo na roda a gente conta tudo de novo pois foi tudo muito engraçado.
A situação mais grave. A gente estava trabalhando numa casa de madeira, bem velha, quase caindo e por questões de iluminação das cenas colocamos lona preta nas janelas. Num dia a menina grávida tinha um exame com obstetra(ou isso) a tarde pois já estava nas semanas finais, então toda produção não foi, eu fiquei sozinho no único quarto que havia ar-condicionado. Mexendo no note e eu sentia a presença de alguém, parava e prestava atenção, nada. E essa sensação perdurou uns 5 minutos. Até que eu resolvi sair do quarto para ver o que estava rolando. Quando abri a porta, 6 armas na minha cabeça, de todos os tipos e calibres, escopetas, fuzis, submetralhadoras, pistolas. Parado ai, levanta a camisa, levanta a camisa, rápido, rápido. Eu levantei a camisa, perguntei se tavam malucos, eles foram baixando as armas aos poucos, explicaram que "achavam" que um cara que eles perseguiam havia entrado ali, revistaram a casa toda, eu falei vai tomar no cu porra que susto filha da puta. Então o grupo tático foi embora, pediram desculpas e eu fiquei lá tremendo igual vara verde, mas não me caguei todo.
São por estes motivos que eu não gosto de ser contra a PM, em todos os casos eles poderiam ter muito bem me fodido todo, ou até me matado. Em todos os casos eles foram totalmente normais comigo. É claro que tem coisas bem óbvias que eu vejo de erro deles, mas sempre que tem algo suspeito no ar, eu prefiro pensar pro lado da PM, por isso nem posto quando tem estes assuntos por aqui.
Ficou uma parede de textos. NL;NL A PM sempre foi bacana comigo, mesmo não precisando ser.
submitted by DeepNavyBlue to brasil [link] [comments]


2017.07.14 03:00 throwprob [Sério]Não me sinto atraido por ninguém

Não sou asexual. Tive alguns relacionamentos até agora, mas a minha mentalidade mudou bastante à medida que fui crescendo, e cheguei ao ponto em que sou tão exigente que não me sinto atraído por ninguém.
Desde o meu vigésimo aniversário que comecei a ler sobre self improvement. Coisas como o The Power of Now ressoaram bastante em mim, o que me fez mudar de perspectiva sobre muita coisa. No último ano estive a consumir os podcasts do jocko willink, jordan b peterson, tim ferriss, etc... e por causa disso comecei a dar demasiada importância a estabelecer objetivos de vida, fazer exercício, educar-me, estar sempre a explorar coisas novas, etc... Acho que isto tudo fez de mim uma pessoa melhor e mais educada, mas tornou-me muito mais exigente.
Por causa disto, não me interesso literalmente por nenhuma mulher com quem falo. Arranjo sempre um defeito que me provoca desinteresse, quer seja por ser alguém materialista, ou porque não tem ambições, ou porque vão ao instagram de 10 em 10 minutos, ou porque não levantam a peida do sofá etc...
Inicialmente corri todos os ginásios da cidade, mas rapidamente descobri que o ginásio não é sitio para engate. Depois tive aulas de artes marciais mas não havia mulheres, no entanto fiz grandes amizades lá. Depois frequentei uma box de crossfit, e fiquei surpreendido com a quantidade de mulheres, no entanto eram todas mais velhas.
Fui investigar uma organização de voluntariado mas o mesmo aconteceu, era só pessoal mais velho, a maior parte de 40+. Além disso, achei que voluntariado não é a minha cena por enquanto.
Para complicar mais o problema, NENHUM dos meus amigos é uma ponte para conhecer mulheres. Combino regularmente coisas entre todos, mas odeio ir a discotecas. Não suporto a sensação de diversão fingida que tenho lá, portanto apenas vamos a bares ou cafés, e fazemos coisas como jogar bilhar, escalada, desporto etc.... Na maior parte das vezes somos 2 rapazes e 1 rapariga, mas nenhum é capaz de introduzir mais pessoas ao grupo.
Sinto que hoje em dia é demasiado difícil conhecer outras pessoas. Está tudo fechado nos seus grupos, poucos são activos, e quase ninguém participa em coisas ou faz actividades. De todas as minhas amigas, nenhuma delas tem um único hobbie. A sua vida resume-se a escola e social media, e não fazem o mínimo de exercício. Não estou desesperado por sexo, apesar de querer perder a puta da virgindade, mas faz-me triste não conseguir chegar a outras pessoas como eu. Quando ouço os podcasts de gajos como o ferris ou o rogan fico a pensar "este gajo percebe, gostava de conhecer pessoas como ele", mas depois na realidade não encontro ninguém assim.
submitted by throwprob to portugal [link] [comments]


2016.07.06 22:16 unappreciatedfellow [Sério] Como arranjar namorada? Leiam tudo se possível, é mesmo importante para mim.

Boas pessoal, é o seguinte: Eu tenho 20 anos, já acabei o secundário, tive a trabalhar durante um ano e vou entrar na universidade neste ano, tenho andado a trabalhar agora no verão como técnico de vendas e vou de comboio para o trabalho. Quando vou de comboio vejo sempre casais por volta da minha idade e tal e gajas bonitas e sinceramente sinto falta de estar assim ou ter alguém para falar, contar os problemas, contar como foi o dia e isso. Eu não tenho namorada desde o meu 9º ano, isto à +/- 6 anos, tive apenas curtes nos anos seguintes com excepção do 12º ano para cá. Não gosto muito de curtes. Durante 4 anos ia arranjando uma gaja, amiga de amiga que eu não voltasse a ver possivelmente para ter relações sexuais, para satisfazer o desejo sexual, o que penso que não deva ser criticado, isto porque a outra pessoa também tinha isso em mente. Já estou na seca há um bocado e perdi a confiança em mim mesmo, fiquei com a cara afetada pelo acne e tenho uma cena que não vos consigo explicar, parece falta de pele ou caraças na cara, não sei se é por causa do acne ou não. Tentei tudo mas continuo com a cara assim. Considero-me feio. Não tenho dinheiro para ir a ginásios nem motivação para tal, sei que muitos de vocês possivelmente iam recomendar isto para socializar. Não gosto de concertos por causa da multidão nem de bares porque quem lá vai provavelmente já tá a procura de piça e eu quero algo mais sério (no bom sentido). Quando inicio um relacionamento sou leal. Só termino quando as coisas estão mesmo mesmo mal, tendo trabalhar ao máximo a relação para corrigir todos os problemas que possam haver. Se é com aquela pessoa que eu quero estar, é com aquela pessoa que vou ficar. Não que as candidatas tenham aparecido mas eu sou um bocado exigente com o que desejo na outra pessoa, explico mais a frente e sinceramente já não tenho muitas amigas e as que tenho não me sinto capaz de me relacionar com elas dessa forma, somos mais do estilo irmão-irmã e assim não posso falar com amigas de amigas, ou melhor ser apresentado. Exigências que a pessoa com quem quero me relacionar tem de ter: - Respeitar-se a si mesma; - Respeitar os outros; - Ter níveis de maturidade visiveis (fácil de perceber depois de a conhecer penso eu); - Não pensar só nela. Estes são os meus 4 pilares. Talvez seja um pouco exigente hoje em dia. Eu até como tenho andado em baixo (bastante) tenho pensado positivo e pensar que talvez a universidade seja a minha salvação. Eu considero-me uma pessoa: humilde, honesta, respeitador, dependendo do ponto de vista sou maduro, leal, fiel e comunicativo com as pessoas com quem me dou. Eu ia dizer social mas não tenho a certeza, eu básicamente não uso facebook nem instagram nem nada disso para fotos e isso, nem tenho insta, só uso facebook para conversar com os colegas e amigos. Sei que há outros formas de ser social, eu vou dizer isto e quero que englobem ou não, então - eu costumo ficar no meu cantinho a não ser que alguém venha falar comigo, não costumo organizar nada com amigos, aceito sempre que me convidam mas nunca tomo iniciativa (nos relacionamentos tomo iniciativa) e quando estou com o meu grupo e me sinto confortavel, estou constantemente a falar com o pessoal. Outra coisa: não sei qual o penteado que mais se adequa a mim e não sei a quem perguntar, tenho vergonha de perguntar aos colegas ou amigos para eles irem contar aos outros feitos atrasados. Não tenho amigos muito maduros e os que tenho tão de férias antes de irem para a universidade. Além do penteado em si, nunca sei se me penteio para a esquerda ou para a direita, não sei como é que as pessoas me vêem. Ajudem-me pessoal a sério, recomendações, formas de tratar a cara, tudo é aceite. PS: OLÉ PORTUGAL 2-0; PS2: Eu perdi a confiança toda em mim, até o trabalho está a correr da mesma forma que o ano passado, não confio mais em mim fisicamente nem mentalmente, sempre tive confiança em mim, auto estima relativamente alta e sempre tive atitude, mas agora isso são apenas palavras. PS3: Não sou gordo, corpo normal, cheiro bem, sou asseado, visto-me bem (mostrem-me fotos do que é uma pessoa bem vestida para eu me poder comparar) mas os meus amigos verdadeiros maduros nunca me disseram nada da minha roupa, e eles eram pessoal que eu podia falar sobre isso na boa, amigas também opinavam btw. PS4: Inicialmente previa fazer um texto pequeno, mas à medida que fui escrevendo, foi mesmo do tipo: que se foda, e então desabafei. Sou usuário diário aqui no reddit, criei esta conta para enfim... poder escrever este post, tenho vergonha. EDIT: ESQUECI-ME DE UMA COISA MUITO IMPORTANTE!!! Eu também tento não me relacionar porque - num relacionamento gastasse sempre dinheiro a mimar a rapariga ou com saídas etc, eu não tenho muito dinheiro, eu trabalho e tal mas é para ajudar os meus pais a pagar as contas que temos algumas dividas... e eu fico sempre naquela de que o relacionamento vai acabar por isso... mesmo que a pessoa seja brutal e me entenda e queira em vez de irmos ao cinema irmos para casa dela ver um filme, eu vejo-me na obrigação de lhe comprar algo. :/, estou errado? Se sim digam pff.
submitted by unappreciatedfellow to portugal [link] [comments]


2016.01.28 13:41 ImperadorTuga [Sério] Quero arranjar namorada mas não sei como?!

Talvez a minha situação seja parecida com muitos, eu neste momento tenho um bom emprego, estou estável financeiramente, mas sinto-me muito sozinho falta-me a companhia de alguém especial ao meu lado, estou farto de chegar a casa e não ter ninguém. Para mim muito dificil conhecer alguém primeiro porque o meu horário de trabalho não me permite muitas saídas, segundo porque não sou a pessoa mais extrovertida e tenho um circulo de amigos pequeno e são todos homens e mesmo eles para além de não terem amigas para me apresentar tem dificuldades em conhecer mulheres Posto isto, já comecei a procurar alguém pelos meus próprios meios:
1) Tenho saído à noite várias vezes para o chiado, cais do sodré e bairro alto mas quando abordo mulheres que me atraem elas reagem com cara de nojo como se estivesse ali a estorvar;
2) Já me inscrevi num ginásio na esperança de conhecer alguém do sexo oposto mas ainda não conheci ninguém;
3) Tenho conta no okcupid e tinder. No okcupid estava a falar com uma mulher mas ela era de Braga e eu sou de Lisboa e no tinder ainda não tive grandes matchs e os matchs que tive eram estrangeiras e já tenho a conta há 9 meses, parece que as portuguesas são muito conservadoras para estas apps.
Alguém tem mais dicas?
submitted by ImperadorTuga to portugal [link] [comments]


2015.09.08 17:03 veribaka Ginásio

Boa tarde,
Procuro um ginásio no Porto, nomeadamente na área da Boavista. Actualmente a melhor oferta que tenho é no Tetra (VR Prime) em que fazem €37~ pelo acesso livre. Também conheço a oferta do Solinca que faz €40~ pelo mesmo.
Alguém conhece ofertas mais vantajosas?
submitted by veribaka to porto [link] [comments]


2015.09.08 17:02 veribaka Ginásios no Porto

Boa tarde,
Procuro um ginásio no Porto, nomeadamente na área da Boavista. Actualmente a melhor oferta que tenho é no Tetra (VR Prime) em que fazem €37~ pelo acesso livre. Também conheço a oferta do Solinca que faz €40~ pelo mesmo.
Alguém conhece ofertas mais vantajosas?
submitted by veribaka to portugal [link] [comments]


GINÁSIO MOVE UP Lider de Ginásio Exclusivo! - Pokémon SHIELD #10 Ginásio Definições - Instalações Enfrentando MILO, primeiro ginásio! - Pokémon SHIELD #05 Conhecendo Pessoas em Inglês Aulas Les Mills ginásio BLIVE Fitness O que perguntar quando conhecer alguém- com Bruno Sass Bola Dentro - Esmoriz GC Vou conhecer alguém especial no início de 2018 💕 - YouTube Te conhecer - Toque no Altar - Letra - YouTube

  1. GINÁSIO MOVE UP
  2. Lider de Ginásio Exclusivo! - Pokémon SHIELD #10
  3. Ginásio Definições - Instalações
  4. Enfrentando MILO, primeiro ginásio! - Pokémon SHIELD #05
  5. Conhecendo Pessoas em Inglês
  6. Aulas Les Mills ginásio BLIVE Fitness
  7. O que perguntar quando conhecer alguém- com Bruno Sass
  8. Bola Dentro - Esmoriz GC
  9. Vou conhecer alguém especial no início de 2018 💕 - YouTube
  10. Te conhecer - Toque no Altar - Letra - YouTube

Venha conhecer as instalações do Ginásio Definições. Two Years Alone in the Wilderness Escape the City to Build Off Grid Log Cabin - Duration: 1:31:40. My Self Reliance Recommended for you This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue Queue O desafio do Bola Dentro chegou à Barrinha para dar a conhecer o plantel desta época do Esmoriz Ginásio Clube. Este ano alguém terá a pontaria afiada? No ginásio BLIVE em Beja encontras as melhores e mais conceituadas aulas de grupo! São + de 65 aulas por semana. Campanha ovo Espaço = 2 MESES GRÁTIS? Vem conhecer o NOVO ESPAÇO e ... venha conhecer o novo ginÁsio no centro da cidade - move up fitness action. Quer um vídeo novo? Me envie um e-mail! - Envie para: [email protected] -----Letra aqui em baixo-----... ஜ۩۞۩ஜ ♦♥♣♠ ♦♥♣♠ ♦♥♣♠ LEIA A DESCRIÇÃO DO VÍDEO ♠♣♥♦♠♣♥♦♠♣♥♦ ஜ۩۞۩ஜ 🌟A magia do oráculo está na escolha, faça s... This video is unavailable. Watch Queue Queue Você sabe o que perguntar quando conhecer alguém... esse video tem as respostas... ou melhor as perguntas certas.. Não esqueça aquele LIKE e de me conhecer m... Se você gosta de conhecer pessoas assim como eu, nesse vídeo tem frases e expressões muito úteis para você se apresentar e conhecer pessoas em inglês. - Post...